Curso eSocial – Maceio/AL

26/07/2018

 

INSCRIÇÃO AQUI

Expositora

LIÊDA AMARAL DE SOUSA

Apresentação

Este projeto intelectual realizado pela FUNDAÇÃO BRASILEIRA DE CONTABILIDADE fornecerá orientações complementares à análise e interpretação das IFRS aplicadas ao setor privado e público, em seus aspectos contábeis e tributários de forma a contribuir para a melhoria da performance dos profissionais e estudiosos das ciências contábeis, abrangendo conteúdo de natureza técnica e profissional, relacionados ao PEPC.

 

 

Justificativa

As normas brasileiras de contabilidade e a convergência ao padrão internacional IFRS tornaram mais complexos o reconhecimento, a mensuração e a divulgação das informações contábeis, com maior subjetividade nas escolhas de práticas aplicáveis e necessidade de maior exercício de julgamento por parte dos profissionais envolvidos na preparação, auditoria e análise das demonstrações financeiras e perícia contábil.

Embora essas normas já estejam em vigor desde 2009, ainda existem muitas dúvidas sobre sua aplicação prática pelos profissionais contábeis, o que este curso pretende ajudar a eliminar.

Além disso, novas normas estão ou entrarão em vigor a partir de 2018 e 2019, como o tratamento contábil para receitas, instrumentos financeiros e leasing, que serão tratados neste curso.

 

Objetivo

Apresentar a estrutura para implementação do e-Social e EFD- REINF; Interpretar os eventos tabelas, periódicos e não periódicos; Demonstrar os impactos na contratação, demissão e rotinas da folha de pagamento com a nova obrigação; Orientar sobre as ferramentas da DCTF-WEB na geração das guias de recolhimento.

 

Local, Período e Horário

O curso será realizado na modalidade presencial, de 08h às 17h30min com intervalo para almoço das 12h às 13h30min, com intervalo de 15 minutos em cada período.

 

Turma 4

CRCAL – Agosto ( 18/08/2018) – 8h às 17h30min

Endereço: Rua Tereza de Azevedo, 1526, Pinheiro, Maceió/AL

INSCRIÇÃO AQUI

Público Alvo e Abrangência

Profissionais da área contábil que participem ou sejam responsáveis pela elaboração, auditoria e/ou análise de demonstrações financeiras em IFRS tais como contadores de empresas de pequeno e grande porte, peritos, controllers, gerentes, supervisores e analistas da área contábil e financeira, professores de contabilidade, auditores e consultores, que tenham conhecimentos básicos em contabilidade e que desejem se aprofundar, capacitar ou atualizar em IFRS.

 

 

Frequência

Para obtenção do certificado e para comprovação que o profissional participou das atividades de expansão dos conhecimentos é necessária frequência mínima de 80%.

 

Avaliação

Participação ativa durante o transcorrer do treinamento e discussão de casos práticos.

 

Metodologia e Material

Por meio de aula expositiva dialogada, estações de aprendizagem para solução de estudos de casos práticos e seções de feedback e auto-avaliação.

 

Certificação

O curso terá carga horária de 8 horas e será certificado pela Fundação Brasileira de Contabilidade (FBC).

 

Expositora – Curriculum

 

Liêda Amaral de Souza – http://lattes.cnpq.br/7703650553090691 – Contadora, CRC-RN 3.409-O. Graduada em Ciências Contábeis pela UFRN (1984), Mestrado em Engenharia da Produção pela UFRN (2001). Doutorado em Tecnologia e Sistemas de Informações pela Universidade do Minho. Membro da Academia Norte-rio-grandense de Ciências Contábeis, Presidente da Comissão da Mulher Contabilista do CRC-RN, Professora Universitária de cursos de graduação e pós-graduação, Membro do Painel de Especialistas do FAD/FMI. Pesquisadora na área de Contabilidade em IFRS, Riscos Operacionais e Estratégia de Inovação em organizações. Participou de missões em diversos países, dentre os quais Estados Unidos, México, França, Inglaterra, Suíça, Itália, Espanha, Moçambique, Argentina, Chile e outros. Consultora e Instrutora do IEL-RN.

 

 

 

Conteúdo Programático

Sped (sistema público de escrituração digital):

 – Quem está obrigado ao e-social;

 – Ambiente do e-social;

– Identificadores;

 – Modelo operacional do e-social;

 – Eventos do e-social;

– Retificações e exclusões de eventos.

Modelo operacional:

 – Processamento dos eventos;

 – Webservice;

 – Ambiente de recepção;

 – Arquivo XML.

Eventos iniciais:

s-1000;

– Eventos de tabela;

s-1005 ao s-1080;

– Eventos periódicos;

s-1200 ao s-1300;

 – Eventos não periódicos;

s-2190 ao s-2399;

– Demais eventos;

s-2400 ao s-5012.

Conceito Reinf:

– Obrigatoriedade da entrega do Reinf;

– Prazo e cronograma do Reinf;

– Eventos enviados do Reinf.

 

Referências

. 1. Normas Brasileiras de Contabilidade;

  1. GELBKE, Ernesto Rubens et al. Manual de Contabilidade Societária: aplicável a todas as sociedade: de acordo com as normas internacionais e do CPC. 3ed. São Paulo: Atlas, 2018;
  2. Pronunciamentos do CPC;
  3. IFRS;
  4. Lei 11.638/2007;
  5. Lei 11.941/02;
  6. Lei 12.973/2014.

INSCRIÇÃO AQUI